18.8.10


Ela tirava tantas fotografias de si mesma, que quando se olhava no espelho, não reconhecia seus opostos.

3 comentários:

Daltro disse...

Simples e direto..
Sem palavras.. adorei

Danubya Pereira de Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danubya Pereira de Medeiros disse...

Em duas linhas,um mar de significados.
Não há que sermos prolixos,que sejamos concisos,porém perspicazes!