21.4.10

Rock n roll, meio no sense


Não é que o tempo tenha ficado escasso, eu que andei desaprendendo aquela forma que eu tinha de usá-lo, multiplicá-lo e reinventá-lo. Assim como desaprendi centenas de outras coisas, aprendendo algumas novas. Não paro de mudar por precisar me reconhecer. Não me enxergo mais na maioria das coisas que já passaram e não me encontro na maior parte das coisas presentes, vivo em um ponto de mutação, só sendo assim, para ser de alguma forma. Eu sei, não há lógica nisso tudo, mas nunca precisei fazer sentido.

Nenhum comentário: