19.2.10

A humanidade é desumana!

Imagine a cena: Uma criança presa a um carro, arrastada por 7km nas ruas de uma Cidade Maravilhosa. Não, infelizmente não é nenhuma cena de filme; tamanha crueldade é um fato real...

‘A humanidade me assusta.’ Perdi as contas de quantas vezes já repeti essa frase. Humanidade? Como chamar de humano o responsável por tal ato? Como igualá-lo a cidadãos de bem? Como esconder esse rosto da sociedade?

Quem goza de um mínimo de humanidade não é capaz de tamanha crueldade com seu semelhante, seja ele criança, jovem, idoso, dono de um império ou um mendigo... Não importa!

Então, porque tratá-lo como humano, então? Para não se igualar a ele, seria a resposta correta? Sim, concordo. Repetir tal situação seria estar um nível abaixo desse individuo. Mas porque protegê-lo mais que a outrem? Mandá-lo para a Suíça por está ele ameaçado de morte? É demais para o meu bom senso.

Enquanto boa parte da nossa população passa necessidades... Cogitama que um assassino tão cruel seja mandado para a Suíça, como forma de proteção. Já pais de família são presos por roubarem uma margarina, um açúcar para adoçar o café. Não, não estou defendendo nenhuma espécie de crimes, falo apenas sobre a desigualdade ferrenha dentro dessa questão.

Mas como resolver tal questão? O responsável pelo crime era um menor e cumpriu com suas medidas socioeducativas... Sócio-o-que? Num país onde o sistema prisional é falho, medidas assim não vão resolver condutas de ninguém... Ah é, um menor não tem sua personalidade desenvolvida ainda... Hum, então ele não sabe o que fez? É isso? Comete crimes como um adulto, mas tem que responder como uma criança? Reduzir a menor idade? Não, claro que não, isso não vai resolver absolutamente nada. Mas seria bom, muito bom se começassem a tratar as vitimas como vitimas e os bandidos como bandidos e não invertendo os papéis, como andam fazendo por ai...

Nenhum comentário: