3.12.09

Como passam as vontades, que voltam no outro dia...

"Vontade de dormir, de desistir, fugir, sair correndo, esquecer aquele suplício. Medo. Os outros também se sentiriam assim, fragilizados pela emoção, sucumbidos pela espera?"

Nenhum comentário: