28.9.09

Vou olhar os caminhos, o que tiver mais coração eu sigo.


‘Nem sempre faço o que é melhor pra mim,
mas nunca faço o que eu não to a fim de fazer...’


Nunca me dei bem com essa coisa de seguir planos, regras. Sempre tenho a impressão de que eles estão tentando me levar forçadamente pelos caminhos... gosto mais da coisa aleatória, de não saber a hora certa pra levantar da cama, de fazer a primeira refeição quase na hora do jantar, de ver filmes enquanto deveria está resolvendo meus problemas... Mas ultimamente o que ando preferindo mesmo são aquelas pequenas coisas que me levem a outros caminhos maiores, a alternativas, por as minhas, já andaram se esgotando por aqui... e não quero ter que seguir as minhas opções que restaram. Talvez, eu ainda esteja esperando as opções que a vida me reserva, mesmo que essa espera não seja tão esperançosa como outrora, melhor não colocar expectativas e ir olhando os caminhos... Let it be! É porque nunca se sabe!

Um comentário:

O Caixote de Pandora disse...

Sei como é isso minha querida poeta.
Mas nao desanime,tenha coragem!
Passe pelo caminho mais bonito,colorido,florido,iluminado e encantado que a vida te proporcionar.
E saiba que eu te adoro!

beijo,te cuida