12.6.09

Se ficar heavy metal demais, dou o fora!

"Anota em tua agenda: nesta vida às vezes é preciso saber recuar. Ponto. Como quem teme. Ponto. Mas não temer jamais, vírgula, e sim buscar discreto pelo atalho menos evidente e mais propício. Ponto final. O que? Precipício não, lesado: pro-pí-ci-o. Em frente, fogoso corcel, que nada nem ninguém nos deterá".

Um comentário:

Flor disse...

Eu nunca recuei, vai ver porque eu adoro um heavy metal. E como diria Cazuza: Tomar no cu.=)

Beijo grande.