7.3.09

Vamos aos fatos...


Padrasto estupra criança de 9 anos, que engravida.
Caso causa comoção social.
Médicos assistem a menina e interrompem a gravidez legalmente. Já que esta, por sua vez, não tinha condições físicas e psicológicas para ser mãe.
Arcebispo excomunga família e médicos, pelo aborto.
Vaticano: Confirma a má conduta dos médicos porque fizeram a escolha pela morte.
Arcebispo diz que Padrasto não deve ser excomungado, uma vez que cometeu um pecado "menor". (Já que apenas estuprou e não participou do aborto.)

Tire você mesmo suas próprias conclusões, porque eu me recuso a falar no momento sobre tal absurdo. Alias, não sei o que é mais absurdo.
Se essa violência contra tudo e contra todos ou se é essa falsa moralidade de alguns.

Nenhum comentário: