8.2.09

Toda loucura será perdoada.

Odeio ter que ir dormir, mesmo caindo de sono a maior parte do tempo.
Adoro barcos, mas não sei nadar.
Morro dando risada em filmes de drama e me emociono nas cenas tristes de comédias românticas ou não.
Odeio viagens de carro, porque demoram a chegar , de avião porque me dar ansiedade, todavia adoro sentir o cheiro dos lugares novos.
Não vivo sem filmes, mas detesto cinemas lotados.
Não me imagino sem musica, mas nunca escuto aquela que todo mundo sabe.
Tenho inveja dos que tem paz de espírito e daqueles que sentem pouco, se preocupam pouco, odiando o fato de ainda saberem reclamar de tudo.
Não gosto de lugares cheios, de muitas pessoas... mas ainda não sei viver sem algumas delas. Talvez nunca aprenda.
Às vezes, odeio os estudos, mas não me vejo fora de uma faculdade ainda.
Odeio não ter o que fazer tanto quanto ter um milhão de coisas pra resolver.
Odeio deitar e não conseguir dormir sem pensar em nada. Detesto ter que pensar sempre em tudo.
Se eu fosse um objeto, seria um lápis para depois poder ser palavra, mesmo as odiando nas madrugadas que só consigo sentir e tenho ânsia de vômito de não conseguir ser mais do que tudo isso que me toma e me invade sem que eu permita e não me deixa quando eu ordeno.

Um comentário:

A.M.A. disse...

Gosto dessas divagações ^^