4.2.09

'quando a explicação é do tamanho das suas dores...


Quis ser Mundo.

Segui tentando com todas as forças contê-lo em mim. Mas eis que descubro:O mundo me é pequeno e eu não sei lidar com os vazios e as ausências que me sobram. A vastidão de sê-lo me impede profundidades. E sinceramente, um mundo sem profundidade é nada. Toda sua amplidão converte-se em escassez dentro de mim e isso mata.Hoje, sou composição de mim mesma. Seja de letras não cantadas ou cores inventadas, telas nunca vistas, melodias fantasiadas, provérbios alienígenas, poesias caladas. O certo é que me sou e isso basta. Chega de ser mundo, chega de ser você, chega de poetas, mendigos, intelectuais e o caralho a quatro me invadindo a todo o momento. Agora o movimento é inverso: é o meu exército invadindo tudo que esteja a minha frente.




Blog: Sagrado Pensamento Profano

Nenhum comentário: