5.1.09

Não sou a fim de pactuar... sai pra lá!

Hoje eu acordei mais cedo,
Tomei sozinho o chimarrão,
Procurei a noite na memória... procurei em vão,
Hoje eu acordei mais leve (nem li o jornal)
Tudo deve estar suspenso... nada deve pesar,
Já vivi tanta coisa, tenho tantas a viver,
Tô no meio da estrada e nenhuma derrota vai me vencer,
Hoje eu acordei livre: não devo nada a ninguém,
Não há nada que me prenda,

Ilex Paraguariensis - EngHaw

Nenhum comentário: