12.12.08

Rude.


Triste fim esse do sacerdócio, tanto que por vezes tenho que vos abandonar, umas por falta de inspiração, outras por falta de tempo, de inspiração, de coragem de levantar da cama, de digitar, de pensar... de tanto que ando fazendo. Isso de decidir o seu futuro em uma prova atormenta a vida de qualquer pessoa, viro as madrugadas procurando entender situações que ainda nem vivi, viro as madrugadas tentando me entender com coisas que nem consigo explicar. Às vezes, nem consigo virar as madrugadas. Dias, noites, tardes... não há uma seqüência exata do que realmente acontece. Livros espalhados, folhas jogadas, televisão ligada em mudo, musica tocando, sem nem ser ouvida. A forma mais apegada de desapego, já não sei dizer, faz parte das nossas escolhas, às vezes, nem sei onde escrevi tal matéria, talvez nem tenha escrito nada, cabeça ‘avoada’ como dizem os mais velhos, ou extrema falta de cabeça. Concentração ão ão ao, rezando pra que tudo isso um dia não seja em vão. Na verdade, é mais falta de concentração, do que duvida se valerá à pena ou não, por que já vale... Volto pros meus livros com imensa vontade de algo, que por hora não consigo expressar!

Estafa – Cansaço mental – ócio batendo a porta... Sono – Ausência de Coragem - NECESSIDADE. Palavras mais fortes têm maior poder de coerção.

Nenhum comentário: