23.8.08

Chamaaaa a Chinaaa!

China – 49 medalhas, EUA – 34 medalhas, Brasil – 3 medalhas. Mas quem tava no TOPO do pódio entre as duas potências do esporte? Milhões de Brasileiros!
BRASIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIILLLLLLLLLLLLLLL!!


EU SOU DO VOLEIIIIIIIIIIII DO BRASIL!



PSIUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU: Foi o melhor sinal que Fabi poderia fazer pela Mari.


Dessa vez seu “azar” não deu sorte, Galvão! Eu não tenho mais dedos depois do jogo de vôlei das meninas, então meu orgulho vem aqui escrever por eles! Não consigo estabelecer uma linha de raciocínio, mas posso dizer que essa medalha valeu por todas as 49 da Chiiiiiiiiiiina. (Mas eu não esqueci nada do que aconteceu nesses jogos, vou logo avisando que mantenho tudo que aqui já escrevi sobre o Brasil em PEQUIN). E eu que vi todos os jogos como se fosse o último, que gritei nas madrugadas e adiantei minhas manhãs, ensaiei até um cochilo nas aulas, mas e daí... Eu sou OURO! (Meu egoísmo não me deixa dar o ouro pro Brasil inteiro ainda, eu preciso dele um pouco mais comigo) É, eu o queria sim, mais que todos os outros. Tão desejado, querido e exorcizado! Para esquecer o 24-19 de Atenas e libertar a Mari, que mais uma vez começava a ser crucificada, mas o Zé não deixou, e ele é o cara! E Parabéns pra ela que ganhou uma medalha de presente de aniversário! :D. E eu não chorei, eu juro que não chorei!


Fofão (que engana até o diabo com suas bolas levantadas), Mari (que saca e suspende a bola no ar), Fabi (que foi treinada pelo BOPE de Dunga para defender todas as bolas), a Fabiana (Chiiiiiiina nelas), a Paula Pekeno (O pequeno é Eufemismo e ainda tem a alegria de jogar no sorriso e pode ir lá analisar, porque a quadra ta furada), "VALEUska" (pelos bloqueios!!! - Quem ama bloqueia) e Sheiila (bola ruim para ela, so quando não cai na quadra adversária). Sassa, Jaqueline, Carol, Thaisa... Zé Roberto – sensacional!


E eu que jurei diante de tantas finais perdidas, em diversos campeonatos, que eu nunca mais assistia essas meninas jogarem. Mas eu geralmente não cumpro as promessas que me faço. E a alegria hoje não me cabe, então para que mudar!? Assisto sim, sofro sim, morro um pouco com cada ponto perdido sim... E se for falar mal delas: psiuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu pra você também!


So um P.S.: Momento mais feliz segundos após o jogo: Quando o Galvão disse ter ficado sem voz, como ele não parou de uma vez a CAMPANHA: Cala a Boca Galvão Diná! continua...

Nenhum comentário: