14.6.08

A vida não pára!


Estava eu a olhar esse blog, e finalmente percebi que o vácuo estava me incomodando de uma maneira imprescindível, daquelas de apertar o peito e você não saber o porque... Drama a parte, estou eu aqui a explicar minha ausência. Queridos gênios que aqui me acompanham, Et’s, Governo norte-americano, Osama Bin Ladem... Eu não morri! Talvez minha criatividade esteja escorrendo pelo ralo, mas eu continuo de pé, com sono, mas de pé! E a procurar por ela. Não abandono mais partes de mim!

A vida ta corrida, nem vejo o tempo passar e tenho a sensação de que eles têm passado só por passar e isso me destrói a alma, não consigo por um ponto final digno em nenhum texto, não consigo ler um livro. Quando eu acordo e vejo novamente a hora, já está na hora de dormir novamente. Ando enfadada, mas firme!

Com saudades das conversas despreocupadas, de tantas pessoas, das que nunca conheci e das que conheci de um jeito e que não mais são. E até das que convivo, tenho passado tempo demais comigo mesma, e isso não é bom... Às vezes, tenho medo de mim mesma! Rsrs

Tudo isso eu já vi antes e sempre verei, mas parte do ciclo da vida e creio eu que nunca irei me acostumar com essa situação. Enquanto tudo muda, espero eu encontrar tempo para perceber que também estou mudando. Bom, ruim, necessário. Não sei classificar, mas estou sempre em determinados lugares, na mesma hora... Esperando atenciosamente, por me encontrar!

Nenhum comentário: