7.6.08

Convicções!

Aquela chance que você perdeu, aquela pessoa que você não teve chance de dizer o quanto era importante pra você, aquela época que não volta mais... Momentos! Disso que nossa vida é feita, hoje somos um, amanhã seremos parte daquilo que somos hoje e num futuro não muito distante, rezemos para que consigamos ser metade daquilo que pretendíamos. Rezemos para que seja possível alcançar esse tempo!
Alguns tantos que se vão, alguns outros que se perdem em seus caminhos, que perdem a essência de viver... Não direi, perdem a forma CORRETA de viver, porque uma forma para isso não existe... Existem modos de vida, mas desde que o propósito seja VIVER PLENAMENTE, com certeza está de algum jeito certo.
A questão vai além. Você é aquilo que vive! Como faz suas escolhas, como arca com suas conseqüências, o que pretende, o que fez ou deixou de fazer. Tudo isso é parte de você. Como uma metade sua, que completa de forma coerente a outra, mesmo que estas entrem em conflitos, algo une vocês e disse surge algo, que denominam identidade, personalidade.
Já dizia o poeta que bom é ser metade do inteiro que sentimos que somos! Bom mesmo é ser você a maior parte do tempo. Difícil é ser compreendido em plenitude. Não, você não precisa aceitar minhas idéias, minhas ideologias, nem meus propósitos. Mas por favor, respeite-os e deixe-me agir da maneira que acho que devo. Porque até posso abaixar a cabeça em determinado momento, mas estarei repetindo baixinho: Eu não vou deixar de acreditar no que acho que devo, por razão alguma que não seja mais verídica que minhas convicções! E tenho dito!

Nenhum comentário: