18.12.07

Até a próxima vez...


Renato Russo escreveu em Love in the afternoon, que os bons morriam jovens e antes, assim parecia ser. E de fato, assim o é na maioria das vezes. Difícil perder quem se ama, que é o mundo pra nos, a nossa fortaleza, porto seguro, nossa MÃE. Quando dizem que mãe não é só que nos tem, não se enganam. É mãe também que nos cria, quem nos dá devido amor, que faz de nos seus filhos mesmo que não tenhamos saído de seu ventre. É mãe que acolhe quanto temos pesadelo e que dá bronca quando não estamos seguindo com boas atitudes, é mãe aquela a quem consideramos acima de qualquer estimativa social ou de nomes em papéis que nada significam quando não tem carinho, amor, consideração, afeto.

Tenho uma amiga irmã que teve sorte e teve uma mãe assim, que lhe dedicou a vida inteira total amor, carinho, afeto entre tantos outros sentimentos que se pode esperar de uma pessoa a quem apenas nos olhou quando éramos bebê, gostou e nos ninou, criou, fez da gente quem somos. Porque mesmo não saindo de dentro dela, metade sim, do que ela é, veio dessa querida mãe que lhe ensinou as melhores coisas sempre. Mas como nós seres humanos não nascemos para sermos eternos em corpo e sim em memória, em alma, temos que deixar esse mundo e partir para uma nova vida, mesmo que deixemos saudades, e esta nos cause dor demasiada, tão grande que mal pensamos que possa passar, talvez o vazio nunca seja preenchido, mas a nossa vida ela preencheu enquanto viveu. Tudo que é material é finito, tudo que é sentimento dura o tempo que nossas memórias durarem e acredito eu que mães são inesquecíveis.

Fácil amá-las. Difícil perdê-las.Impossível esquecê-las.

.
In memorian: Lindalva
{Vai com os anjos, vai em paz... até a próxima vez... }

Um comentário:

Anônimo disse...

Uma amiga uma vez me disse:Esse texto foi um dos mais lindos q vc já escreveu !!!
Essa amiga falava de um texto que fiz para a minha filha...palavras essas usadas no texto,q qualquer mãe usaria...pq são sentimentos naturais de toda mãe.
Agora venho eu aqui dizer : Esse texto é um dos mais lindos q (EU) já li...e a pessoa q escreveu não falava da mãe dela...mas teve a sensibilidade de "traduzir" um momento tão dificil na vida de qualquer um,em conforto...alento...compreensão. Palavras de quem tem um coração bom...que sente o q o outro possa estar sentindo.

Sei q nada vai tirar a dor q sua amiga sente nesse momento...mas talvez possa amenizar se ela puder contar com pessoas assim como vc ao lado dela.

Bju e fica bem.


Mônica.