2.8.07

Moscas e Formigas e mais MOSCAS



Alguma vez você já parou pra observar formigas ou moscas? Ta bom, isso pode parecer loucura demais. Mas, se você parar pra pensar. Elas são mais presentes nos nossos dias, do que conseguimos imaginar. A DMSE vai usá-las em uma pequena metáfora sobre o nosso Brasil e sua forma de política atual. (às vezes acho que isso ta ficando serio demais).Veja as moscas, estão sempre voando por ai, procurando comida fácil, pousando onde não deve. Fazendo aquilo que não é aconselhável pela saúde pública, transmitindo doenças, caindo na nossa sopa, estragando nossa festa. Assim é a maioria dos nossos políticos brasileiros, estão sempre estragando a nossa festa, mas que festa? Há muito tempo, houve uma história de dividir o bolo em parcelas iguais com a população. Mas que bolo? Acho que nós brasileiros vivemos perdendo as festas daqueles que nós elegemos pra nos representarmos.As moscas estão sempre em cima daquilo que não são delas. Voando, zumbindo nos nossos ouvidos, ágeis como poucos conseguem ser. Políticos são mais moscas do que pensamos. Veja nosso congresso, eles são tão ágeis que usufruem o que de veras deveria ser nosso e como ficamos? Parados, às vezes, aplaudimos. E até onde eu sei não dar pra matar uma mosca com aplausos.Precisamos sim, de políticos formigas. Porque as formigas? Porque elas lutam por aquilo que elas querem, trabalham sempre em conjunto e nunca querem aquilo que não as pertence.Andam muito carregando coisas maiores que elas, pegam aquilo que deixamos cair no chão, estão sempre em busca do doce. Não, que elas sejam totalmente sem defeitos, porém, são menos terríveis que as moscas, em matéria de função de trabalho, sim.Como já foi dito aqui antes, não queremos políticos 100% Honestos, só queremos um pouco mais de respeito, cuidado naquilo que é nosso! Não, políticos que nos mandem ‘relaxar e gozar’, assistindo á crises enfrentadas pelo país, sentados em nossos sofás, comendo pipoca! Ou, aqueles que dancem no meio de uma sessão plenária.Não queremos a perfeição! Mas, merecemos sim, um pouco mais de respeito! Queremos aquilo que de fato é nosso e não a pouca vergonha proposta por nossas ‘moscas’ que só levam o tempo de sugar aquilo que não é deles e pior, cair dentro da nossa sopa, estragando aquela que poderia ser a única refeição de milhares de brasileiros. E tenho dito... (As moscas e formigas desse texto são alusões a um pequeno grande gênio: Pedro Antonio, de 02 anos de idade. Que ainda não consegue reconhecer nem formigas, nem moscas. Mas será um dos membros do nosso Brasil futuro! – e que seja um lugar mais revolucionário) Tomara que até lá tenha um veneno um pouco melhor, dos que conhecemos hoje. Talvez fosse melhor distribuir mata moscas, ao invés de cheques e outros programas de assistência social furados. Até a próxima...